terça-feira, 30 de março de 2010

Vereador João Antonio do PT participa de Debate sobre Horário das Competições Esportivas na Cidade de São Paulo !!





Comentário Blog Cobra Notícias : É impressionante o poder de manipulação de alguns meios de comunicação e a forma como eles defendem de unhas e dentes o poder e os seus próprios interreses.
É por isso que fica bem claro quando alguns veículos de comunicação dizem que a Globo manda e desmanda na Prefeitura de São Paulo e em particular no Prefeito Gilberto kassab.
Há um Projeto polêmico na Câmara Municipal, que diz respeito aos horários de jogos de futebol.
A nova lei impede que as partidas realizadas na capital terminem depois de 23h15.
Hoje, muitos jogos noturnos são encerrados por volta de meia-noite.
Quem determina o horário das partidas é a televisão e quando se diz televisão acredito que não preciso repetir que meio de comunicação é esse.
No caso do Paulistão, do Brasileiro, da Copa do Brasil, da taça Libertadores, tudo depende da senhora rede Globo .
Muitos jogos da Seleção também são programados de acordo com a grade da emissora.
A Globo agora está pressionando o prefeito Gilberto Kassab para que vete o projeto.
E ai fica a ameaça é que os jogos sejam transferidos para outras cidades.
Sendo assim São Paulo ficaria sem partidas à noite.
Uma coisa é certa que essa lei não será implantada é fato, pois o prefeito kassab não seria nem louco de sancionar essa lei e ter que enfrentar a rede globo.
E com isso mais uma vez quem perde é o povo que se quiser ir aos estádios de futebol terá que ir de carro ou ir de transporte público e correr o risco de ter que vir de pé, pois transporte público ao final das partidas já não tem mais, mais também nem em horário normal tem.
E depois o senhor prefeito Gilberto kassab não sabe por que a cada dia que passa a sua aprovação a frente da prefeitura de são Paulo cai drasticamente.
E o mais interresante foi à fala do nobre Deputado Estadual Roque Barbiere (PTB/SP) que disse, O torcedor vai assistir o jogo porque quer e vai porque tem dinheiro, pois ninguém o obriga a ir ao estádio, Ou seja, a grosso modo ele quis dizer que se não esta satisfeito que fique em casa.
Vou dizer uma coisa o nobre Deputado Roque Barbiere me lembrou muito aquele personagem do mestre do Humor Chico Anysio, o Deputado Justo Veríssimo que dizia o seguinte bordão : EU QUERO É QUE POBRE SE EXPLODA !!!!
Ou esse humilde Blogueiro entendeu e escreveu alguma besteira?
E Parabéns ao Vereador João Antonio do PT que mais uma vez fez a defesa dos torcedores e do povo que só espera um mínimo de respeito dos governantes desse pais .

Avenida Sapopemba a Campeã de atropelamentos !!!

Problemas de uma campeã de atropelamento
Engenheiro aponta os porquês da Sapopemba ser a via recordista de atropelamentos em SP :
LUÍSA ALCALDE, luisa.alcalde@grupoestado.com.br
Falta de canteiro central, contínua mudança de limite de velocidade e iluminação precária são apenas alguns fatores que contribuíram para a Avenida Sapopemba ter registrado a maior incidência de atropelamentos em 2009 na capital.
Levantamento do Corpo de Bombeiros publicado pelo JT apontou 110 casos na via durante o ano passado, média de um acidente a cada três dias.
Para saber por que tantos paulistanos estão morrendo naquele trecho e quais as medidas que as autoridades de trânsito municipais precisariam fazer para diminuir os atropelamentos na região, o Jornal da Tarde voltou ao local no pico da manhã, quando as pessoas estão a caminho do trabalho ou da escola, acompanhada pelo engenheiro e consultor de tráfego, Sérgio Ejzenberg, mestre em Transportes pela Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo (USP).
No trecho considerado mais perigoso da avenida, entre os números 8.000 e 9.000, não há refúgio (canteiro central) para o pedestre atravessar a via, que é de mão dupla em boa parte da extensão.
“Os canteiros centrais induzem a redução da velocidade dos veículos e impedem a ultrapassagem pela esquerda, além de possibilitar a travessia dos pedestres em duas etapas, um sentido por vez.
Mais seguro, mais rápido”, observou o especialista.
Também falta iluminação específica nas faixas de pedestre. Segundo Ejzenberg, isso reduz o número de atropelamentos no período noturno, no qual há mais incidência de casos.
Outro fato que chamou a atenção do engenheiro de trânsito foram as contínuas mudanças de velocidade máxima permitida.
Há placas de 70 km/h, 60 km/h, 40 km/h e 30 km/h.
“A redução de 60 km/h para 40 km/h no sentido bairro/centro é acanhada (pode ficar encoberta por ônibus), e deveria ser feita com lombada eletrônica, reforçando que a velocidade é de 40 km/h em toda a extensão.
Por que não uniformizar?”, questiona.
No sentido centro/bairro, em frente ao atacadista Assai, só há iluminação do lado direito da avenida.
Segundo o especialista, a colocação de canteiro central, além de permitir a instalação de sinalização de trânsito mais visível, também permitiria a colocação de postes de iluminação.
Rotina
Na Avenida Sapopemba, os veículos não obedecem o limite de velocidade permitida e ainda ultrapassam pela esquerda, total ou parcialmente pela contramão.
Pedestres atravessam metade da pista e ficam aguardando oportunidade para completar a travessia posicionados sobre a linha dupla.
“Aparentemente, assim Marcelo Fromer (músico dos Titãs) foi atropelado e morto por uma motocicleta.
Assim estão morrendo outras pessoas”, lembrou ele.
Foi observado ainda que veículos e motos param em cima das faixas de pedestres ou atravessam o sinal.
“Não haveria necessidade de colocar radar de fiscalização de avanço de sinal nos semáforos que multassem?”, pergunta o especialista.
Ainda é possível notar que pedestres que se dirigem aos pontos de ônibus não utilizam as faixas de pedestre para atravessar a via. “Isso mostra que a faixa não está na linha de uso”, observou ele. Além disso, os semáforos nas faixas de pedestre fecham antes de a pessoa conseguir atravessar a avenida.
Comentário Blog do Cobra Notícias: : Isso que vem acontecendo hoje na avenida sapopemba é reflexo de não haver uma política de transporte público para os grandes centros urbanos que hoje são as periferias.
Por onde anda na avenida sapopemba se vê irregularidades como: carros parados em filas duplas, má sinalização viária, marcação de estacionamentos, falta de faixas de pedestres, falta de semáforos, isso sem falar que quando uma via é recapeada ela chega a ficar mais de Um ano sem a sua sinalização viária.
A meu ver é uma total falência da CET diga-se (COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO) se o órgão citado fizesse o básico que é uma sinalização esses números seriam reduzidos de uma forma considerável.
Mas o grande problema é que alguns politicos só visitam Sapopemba em época de eleição,isso os que visitam e muitos na verdade nem sabem onde fica Sapopemba.

segunda-feira, 29 de março de 2010

"Capoeira" Prestigiando os 30 anos da academia DENTE DE OURO do Mestre Mané !!

Durante todo o mês de Março foi comemorado sempre aos finais de semana os 30anos da academia DENTE DE OURO fundada em 1980,e neste final de semana aconteceu o encerramento das festividades. Mestre Mané comemorou os 30anos de fundação do Grupo DENTE DE OURO com muito trabalho em sua academia e dedicação em sua academia, a festa aconteceu no C.D.C Parque São Lucas na Rua Professor Eurico Villela n°74 .
A festa dos seus 30anos da sua academia DENTE DE OURO contou com presença de vários alunos seus, alunos atuais, e alunos de quando ele começou a 30anos atrás.
Também participaram alunos seus que hoje são mestres formados e que estão semeando o ensinamento do Mestre Mané em suas academias.
Na sua festa de 30 anos foi feita uma mesa onde amigos do mestre Mané estavam presentes entre eles professores de educação física, mestres, amigos seus de outras academias, escritores, e discípulos.
Também compareceu o Presidente da Associação Estrela do Bairro o Senhor José Amaro da silva CAPOEIRA que além de estar representando o Vereador João Antonio do PT também estava muito feliz, pois é amigo pessoal do mestre Mané .
Depois de vários depoimentos marcantes de seus amigos e alunos como não deveria ser, começou uma roda de capoeira onde os mestres presentes demonstraram com muito entusiasmo as suas gingas e molejo que compartilharam com os diversos alunos presentes.
Ao final o encerramento dos seus 30anos da academia DENTE DE OURO foi regado a uma deliciosa feijoada.
Comentário Blog Cobra Notícias: Vale lembrar que o CAPOEIRA já conhece o mestre Mané há muitos anos e são amigos de longa data , e que depois que o CAPOEIRA trouxe o mestre Mané para dar aula na Associação Estrela do Bairro várias crianças já passaram pelas suas aulas e até hoje continuam jogando capoeira .
O trabalho que o Mestre Mané desenvolve na Associação Estrela do Bairro é totalmente gratuito e ele faz questão que continue assim, pois sendo assim ele não desenvolve a sua dinâmica de trabalho.
Capoeira ressaltou que se deus assim permitir fará sempre o máximo para que o Mestre Mané permaneça dando aula as crianças do Jardim Planalto e Região.

Comprovado Rede Globo Manda na Prefeitura de São Paulo e no Prefeito Kassab !!!


A Globo manda na prefeitura de São Paulo e no prefeito Kassab
Há um projeto polêmico na Câmara Municipal, que diz respeito aos horários de jogos de futebol.
A nova lei impede que as partidas realizadas na capital terminem depois de 23h15.
Hoje, muitos jogos noturnos são encerrados por volta de meia-noite.
Quem determina o horário das partidas é a televisão.
No caso do Paulistão, do Brasileiro, da Copa do Brasil, da Libertadores, tudo depende da Globo.
Muitos jogos da seleção também são programados de acordo com a grade da emissora.
É ou não é poder demais?
Antes de responder, é bom lembrar que a Globo paga para ser a "dona" dos campeonatos.
São milhões desembolsados para ter os direitos de transmissão. Sendo assim, o jogo entra na hora que ela quer.
À noite, essa hora é depois da novela.
Mas mesmo assim, respondendo à pergunta, é poder demais.
A Globo agora está pressionando o prefeito Gilberto Kassab para que vete o projeto.
A ameaça é que os jogos sejam transferidos para outras cidades. São Paulo ficaria sem partidas à noite.
É claro que o ideal seria um entendimento.
Poderia ser feito um acordo para melhorar os horários.
Mas quem acredita que a poderosa Globo irá mexer em sua grade de programação?
Hoje na coluna da Renata Lo Prete: "A Rede Globo pode dormir tranquila.
Não há chance de sair do limbo, na Assembleia paulista, o projeto que proíbe o término dos jogos de futebol depois das 23h".
Deu para você entender agora do porque a Globo, jornal e TV, blindam, especialmente em São Paulo, DEM Kassab e politicos do PSDB em geral?...Eles fazem um favorzinho para a Globo aqui, outro lá, e, como uma mão lava a outra e as duas roubam o cofre público...fica tudo em casa.
Só Lula e Dilma apanham na Globo.
Fonte:Blog os amigos do Presidente Lula

quarta-feira, 24 de março de 2010

"Sapopemba" CAPOEIRA posta reprodução de - email enviado para a Gerencia da VIA SUL para o Senhor Manolo Almeida sobre o descaso da linha 4221!!!

CARO SENHOR MANOLO ALMEIDA E EMPRESA DE ONIBÚS VIAÇÃO VIASUL!!!

A Associação Estrela do Bairro tem sido procurada para tentar minimizar o que vem acontecendo em relação à Linha 4221 Jardim Planalto Parque Dom Pedro e o seu Presidente o Senhor JOSÉ AMARO DA SILVA CAPOEIRA já não sabe mais o que fazer em relação a isso que vem acontecendo.
Diariamente a Associação Estrela do Bairro recebe dezenas de reclamações de munícipes que estão indignados com a falta de ônibus e o não comprimento dos horários das partidas dos ônibus.
No dia de hoje 24/03/2010 por volta de 05h50min da manhã a fila estava enorme chegando quase até o portão lateral do Hospital David Capistrano Filho do Jardim Planalto.
É inaceitável ao ponto de vista dos cidadãos e usuários que usam essa linha de ônibus que isso venha acontecendo com tanta freqüência.
O que se vê nesse horário de manhã é verdadeiras romarias de usuários tendo que se locomover até as Avenidas Próximas do Ponto final da Linha 4221 para ter que pegar outros ônibus, devido ao descaso do que vem acontecendo diariamente com essa linha.
Em nome dos munícipes que utilizam esse Transporte Público oferecido pela da Viação Viasul peço encarecidamente que isso seja resolvido o mais rápido possível, pois não dá mais para os Usuários da Linha 4221/Parque Dom Pedro Jardim Planalto ficarem sofrendo essa humilhação.
Gostaria de lembrar que Associação Estrela do Bairro sempre fez por onde caminhar resolver essa situação da melhor forma possível e até a data de hoje foi atendida de forma justa e necessária.
A associação estrela do bairro em nome do seu Presidente JOSÉ AMARO DA SILVA CAPOEIRA sempre lutou para que essa linha atendesse os usuários do transporte publico com o respeito que o mesmo merece e não vê esforço nenhum da empresa acima citada para resolver essa situação.
Os membros e a diretória da Associação estrela do bairro pedem encarecidamente que o senhor responda esse e-mail, pois será uma forma de provar que o senhor se preocupa com o bom andamento da linha 4221 / Jardim Planalto / Parque Dom Pedro e lembra que se não houver um mínimo de respeito com os usuários a situação em questão será levada até os órgãos públicos responsáveis juntamente com os órgãos de imprensa e se for necessário até o ministério público.

terça-feira, 23 de março de 2010

Seminário na Câmara Municipal de São Paulo sobre o Transporte com destaque para o Tema "MONOTRILHO X METRÔ"

Nesta segunda feira dia 22/03/2010 na Câmara Municipal de São Paulo aconteceu o Seminário de Transporte com um dos temas Monotrilho x Metrô.
O Seminário contou com a participação de cerca de 400 pessoas, mais sem a presença dos representantes das Secretarias de Transportes da Prefeitura de São Paulo e sem representantes do Governo do Estado de São Paulo, o debate deu lugar a diversas críticas sobre a má qualidade oferecida sobre os serviços prestados à população de São Paulo.
Falta de investimentos ao longo dos anos para implantação de transporte de massa como o metrô, e falta de planejamento entre os governos estaduais e municipais, foram os principais assuntos abordados por parlamentares e especialistas do setor.
Sem os técnicos dos governos e do próprio metrô para defender o monotrilho, sobraram argumentos desfavoráveis a esse sistema.
No começo do ano passado, a Prefeitura e o Governo do Estado anunciaram mudanças no plano de expansão do metrô a partir da Estação Vila Prudente para atender aos bairros da periferia da zona leste como Sapopemba, São Mateus e Cidade Tiradentes.
O traçado do metrô será desviado em direção à Água Rasa, evoluindo de forma subterrânea pelo Jardim Anália Franco até chegar à Penha.
Já em direção à Estação Oratório, no Parque São Lucas, o sistema que será adotado é o monotrilho.
Com a promessa de chegar até Cidade Tiradentes, esse projeto abandona o corredor exclusivo de ônibus, batizado de Expresso Tiradentes, e sepulta de vez a expansão do metrô para essa região.
Realizado pelas lideranças do PT e do PCdoB, com apoio de múltiplas entidades, o seminário teve duas partes.
A primeira mesa foi coordenada pelo vereador João Antonio do PT.
“O vereador João Antonio do PT lembrou que São Paulo tem uma dependência estrutural de um melhor sistema de transporte público, já que faltaram investimentos ao longo dos anos”, “Enquanto a Cidade do México que começou a construir sua rede metroviária na mesma época do que São Paulo concluiu 260 km, nossa cidade tem menos de 70 km”.
Ao encerrar a primeira mesa de debate, o vereador Jamil Murad, ressaltou ao publico a necessidade da influência popular nas decisões sobre o transporte público. “Não existe compromisso em resolver essa questão”, disse. “Basta verificar que o governo do Estado está gastando R$ 1 bilhão e 300 milhões com as novas pistas nas marginais, cortaram 800 árvores e essa obra não vai resolver a fluidez”.
Os vereadores Senival Moura (PT), Juliana Cardoso (PT), Juscelino Gadelha (PSDB) e Jamil Murad também participaram da primeira parte do seminário.
Monotrilho
A segunda mesa, presidida pelo vereador Jamil Murad (PcdoB), teve como assunto principal o monotrilho.
Os governos estadual e municipal decidiram a utilização deste tipo de transporte em detrimento ao metrô no trecho Vila Prudente/ Cidade Tiradentes.
Este é um tipo de metrô leve, que utiliza pneus em vez de rodas de ferro e trafega sobre um único trilho metálico ou de concreto.
Marcos Kyioto, mestrando em planejamento de transporte público da Faculdade de Arquitetura da USP, apresentou um estudo comparativo entre os dois meios de locomoção. “Falta uma apresentação oficial por parte das autoridades de como será exatamente o projeto a ser implementado no trecho Vila Prudente/ Cidade Tiradentes.
Fiz a comparação com base nos monotrilhos já existentes no mundo”, explicou Kiyoto.
De acordo com a exposição de Kyioto, o monotrilho tem a capacidade de transportar de 4 mil a 25 mil pessoas por hora em um sentido.
Já no metrô essa capacidade é de 20 mil a 60 mil pessoas.
No caso dos custos, o quilômetro do monotrilho fica entre R$ 70 milhões a R$ 130 milhões; no metrô, esse custo pode chegar a R$ 380 milhões por quilômetro.
Após expor os dados, Kyioto concluiu que o transporte leve sobre trilhos é realmente mais barato, mas não é o modelo adequado para alta demanda presente na região. “Devido a essa alta demanda, ele terá que trabalhar em capacidade máxima, o que gera um custo de operação muito alto”, concluiu ele.
O projeto do monotrilho da Vila Prudente/Cidade Tiradentes prossegue a fase de licitação depois que Tribunal de Contas do Estado (TCE) liberou o andamento do processo.
Também participaram da segunda mesa, o deputado estadual Adriano Diogo (PT); o deputado federal Carlos Zarattini ( PT); Wagner Fajardo, representando a União Internacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Transporte; os vereadores Eliseu Gabriel ( PSB) e Senival Moura.
O seminário é realizado com o apoio do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Sindicato dos Condutores de São Paulo, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/SP), Associação dos Mutuários, Moradores e Agregados em Conjuntos Habitacionais do Estado de São Paulo (AMASP), Associação dos Trabalhadores da Região de Itaquera e Adjacências (ATRIA), Associação Unificadora de Loteamentos, Favelas e Assentamentos de São Paulo, Movimento Ambiental Cultural Ecológico (MACE) e Comissão Permanente de Transporte da Cidade Tiradentes.
Fonte site da câmara Municipal de São Paulo e Sindicato dos Locadores Individuais (SINDLIV)

segunda-feira, 22 de março de 2010

"Sapopemba" Operação Cata Bagulho da Prefeitura de São Paulo,deixa Sapopemba Cheio de Bagulho por todo Lado !!

Os anúncios que se viam em todas as residências era que a Subprefeitura de Vila Prudente / Sapopemba realizaria uma nova operação Cata-Bagulho na região do Sapopemba, em áreas do Jardim Ângela e Parque Santa Madalena ao todo cerca de 150 vias.
E que as equipes passariam pelas ruas do distrito das 9h às 14h, recolhendo materiais inservíveis, como móveis velhos, eletrodomésticos quebrados, madeiras, pneus e utensílios domésticos.
Os moradores devem descartar o material a ser recolhido a partir das 7h da manhã até as 9h.
O percurso teria início na Av. Prof. Luiz Ignácio de Anhaia Mello, segue à esquerda na Av. Dr. Frederico M. C. Carvalho, à direita na Av. Sapopemba, direita na Rua Rodrigues da Guerra, segue á esquerda na Av. Custódio de Sá e Faria, vai à direita da Av. Marginal Oratório, segue pela direita na Avenida do Oratório e na Estrada da Casa Grande, e se mantém à direita, quando retorna à Anhaia Mello.
Seriam beneficiadas 150 vias, numa área de Dois km², com 4.500 residências e uma população beneficiada de 40.000 habitantes.
É como vocês podem comprovar fiz questão de reproduzir à convocatória que eles deixaram nas casas do povo no verbo presente, porque foi isso que acabou acontecendo, as pessoas acordaram cedo colocaram todos esses materiais citados no folder para o lado de fora e o que a Prefeitura de vila Prudente/Sapopemba fez: Simplesmente passou cedinho como o comunicado dizia, encheu um caminhão de bagulhos e se mandou deixando o povo a sua própria sorte.
Resultado o Presidente da Associação Estrela do Bairro CAPOEIRA andando pelas ruas da região o que viu eram sofás velhos restos de guardas roupas, camas quebradas, pedaços de madeiras e outros tantos bagulhos mais emporcalhando a região.
E o melhor de tudo é que você liga para a subprefeitura de Vila Prudente/Sapopemba e ninguém sabe informar nada, liga no 156 da prefeitura de são Paulo e eles dizem que a sua reclamação foi registrada e que terá um prazo para ser comprido .
Ou seja, o povo esta realmente lascado, pois não tem a quem recorrer e com isso as montanhas de sofás velhos e madeiras são usadas como lenha de fogueiras trazendo risco de incêndio nas residências onde os restos de móveis estão depositados e também trazendo risco de incêndio a rede elétrica

"ERRATA" O BLOG COBRA NOTÍCAS SE RETRATA PERANTE A ESCOLA BEATRIZ DO ROSÁRIO BASSI ASTORINO.

O Blog Cobra Notícias há alguns dias atrás fez uma matéria sobre uma mina de água que estava brotando do fundo de uma Escola nova localizada na Avenida Vila Ema e que dá de fundos para a Avenida Professor Luiz Inácio de Anhaia Melo,e por um erro de localização acabou usando o nome de Outra Escola que foi a ESCOLA BEATRIZ DO ROSÁRIO BASSI ASTORINO isso acabou trazendo alguns transtornos a Coordenação Pedagógica da ESCOLA BEATRIZ DO ROSÁRIO BASSI ASTORINO e o Blog Cobra Notícias se vê na obrigação de pedir desculpas aos seus eleitores e a Coordenação Pedagógica da escola .
Fica a retratação do Blog Cobra Notícias a ESCOLA BEATRIZ DO ROSÁRIO BASSI ASTORINO e lembra que o intuito da matéria naquele momento era única e exclusivamente de tentar ajudar os alunos e a comunidade que usa essa Escola nova que fica na Avenida Vila Ema.

domingo, 21 de março de 2010

"Sapopemba" Linha 4221 Jardim Planalto/Parque Dom Pedro denúncia encaminhada ao Ministério Público !!!

REPRODUZO AQUI NO BLOG COBRA NOTÍCIAS UMA CÓPIA DO -EMAIL ENVIADO PARA O BLOG DO ONIBÚS REPRESENTADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO QUE RECEBE DENÚNCIAS SOBRE OS CONSÓRCIOS DE ONIBÚS DE SÃO PAULO.
Boa tarde representante do Blog do Ônibus sou morador da região de Sapopemba e também sou representante de uma Associação de Bairro de nome Associação Estrela do Bairro que esta localizada na Rua Rio Hipiaugui n° 323 Jardim Planalto/Sapopemba e que recebe diariamente diversas denúncias sobre o mau funcionamento do transporte público na região de Sapopemba,principalmente sobre a Linha 4221 Jardim Planalto Parque Dom Pedro essa linha já não é de hoje que não funciona como deveria os motivos são vários como por exemplo : ônibus velhos,ônibus sujos,atrasos nas partidas principalmente no horário da manhã onde deveria funcionar perfeitamente e não funciona de forma alguma .
Gostaria de ressaltar que foram enviados diversos ofícios para a empresa Via Sul onde a mesma sempre respondia que estaria tomando as devidas providencias e que o problema seria solucionado o mais rápido possível.
Tudo em vão, pois às vezes eles viam até local e diziam que a linha estava dentro da expectativa de pessoas atendidas.
Também foram feitas várias denuncias no 156 para ver se melhorava o atendimento mais todas forma em vão .
A população e usuários da linha 4221 jardim planalto parque dão Pedro já não agüenta mais tanto descaso, são filas intermináveis atrasos todos os dias e um mau atendimento da população.
Estou mandando esse e-mail para vocês responsável pelo blog para ver se acontece alguma mudança nessa linha, pois os usuários dessa linha já não agüentam tanta falta de respeito com a população.
Meu nome é Carlinhos Cobra e sou diretor da associação estrela do bairro acredito que os senhores conseguirão se não resolver essa falta de respeito ao menos escutarão o nosso clamor nesse momento que estamos vivendo.

sábado, 20 de março de 2010

"Sapopemba" Linha 4221 Jardim Planalto/Parque Dom Pedro Usuário Denuncia para o CAPOEIRA : Essa Linha só Piora a Cada Dia !!


Todos nos sabemos que o transporte na cidade de são Paulo esta abandonado, no jardim planalto não poderia ser diferente há muito tempo os usuários dessa linha vez sofrendo com os descasos das autoridades responsáveis pelo transporte na cidade de São Paulo.
As empresas de ônibus não fazem como melhorar o transporte, a SPTRANS também não esta nem ai, os meios de comunicação muitas vezes não relatam o que esta acontecendo ai o munícipe fica totalmente abandonado.
O Presidente da Associação Estrela do Bairro CAPOEIRA já não agüenta mais de tanta reclamação relacionada à linha 4221/Jardim Planalto Parque Dom Pedro e no dia de hoje de tanta insistência de um usuário resolveu pegar o seu depoimento e encaminhar aos órgãos competentes.
Gostaria de chamar a atenção que além desse desabafo do Morador Eder no Blog Cobra Notícias essa reclamação também será encaminhada aos órgãos competentes, ao Blog do Ministério Público que recebe denuncias sobres o mau funcionamento dos Ônibus em São Paulo, a Câmara de Vereadores de São Paulo na Comissão de Transportes, aos jornais de grande circulação de são Paulo, aos grandes portais de notícias da internet, e também aos jornais que trazem quadros de utilidades públicas.
Veja no vídeo Acima o depoimento do Morador e Usuário da linha 4221/Parque Dom Pedro Eder Gomes a respeito do Mau funcionamento da linha, Eder é Morador da região a mais de 10 Anos e já não agüenta mais com tanto descaso da empresa de ônibus Via Sul.

"Sapopemba" CAPOEIRA em visita ao Hospital David Capistrano Filho no Jardim Planalto ouvindo reinvidicações dos funcionários e usuários .



A Direção do hospital local Sapopemba David Capistrano filho situado na Rua Iamacaru n°45 procurou a Associação Estrela do Bairro em nome do seu Presidente José Amaro CAPOEIRA para que ele pudesse ajudar na implantação de uma linha de ônibus que passasse em frente ao Hospital.
A Enfermeira Dalva disse que vêm usuários de vários pontos da cidade e que já atendeu pessoas de Taboão da serra e lembra que hoje a dificuldade de se chegar até o hospital é muito grande, pois não existe placa de sinalização indicando que ali no bairro existe um hospital sendo assim as pessoas que necessitam de chegar até o hospital acabam se perdendo, também existe o problema de usuários que precisam chegar até a avenida sapopemba e são obrigados a ter que enfrentar uma subida muito íngreme.
Também foi informada pela enfermeira Kátia que a direção do hospital procurou a Via Sul Empresa de Ônibus que atende a região e a mesma enviou o senhor Responsável Técnico Mário toshyo que esteve no local e disse que uma forma que poderia ajudar seria a comunidade fazer um Abaixo-Assinado pedindo a implantação dessa linha.
O Presidente da Associação Estrela do Bairro CAPOEIRA disse que essa reinvidicação que os usuários do hospital estão fazendo é completamente justa e necessária e que ele já fez essa conversa com a SPTRANS e a mesma informou que haverá umas reformulações nas linhas da região por causa do Monotrilho que chegará até a região e que após a implantação desse novo sistema de transporte conversaria com ele a respeito da reinvidicação solicitada.
CAPOEIRA deixou bem claro que o pedido sobre a linha de ônibus reinvidicada não será fácil mais que estará empenhado para que essa necessidade que acontece hoje no local venha a acontecer, ele mesmo se propôs junto com a diretoria da Associação Estrela do Bairro coletar assinaturas por meio de Abaixo-Assinado para enviar até a SPTRANS e Viação Via Sul.
Hoje o itinerário dessa linha a principio seria saindo do Ponto Final da linha 4221 Jardim Planalto Parque Dão Pedro que fica aos fundos do Hospital, passando na porta do Hospital e chegando até o Terminal Teotônio Vilela ou até mesmo terminal São Mateus e com isso essa linha ajudaria muito no melhor desenvolvimento da região.
CAPOEIRA também disse que o Hospital local do Jardim Planalto David Capistrano Filho foi uma verdadeira conquista da Comunidade e que ali no local do Hospital era um verdadeiro lixão, e hoje graças ao esforço da Associação Estrela do Bairro e dos moradores esse hospital é uma realidade, mais também lembrou que falta muita coisa a se conquistar como, por exemplo: uma ambulância, pois hoje o hospital não conta com uma ambulância e os pacientes que se dirigem para o Hospital em estado grave são obrigados a arrumarem um carro para ir até outro Hospital ou quando não tem como se locomover para outro hospital ficam esperando por horas e horas uma ambulância que venha de outra localidade, uma outra reinvidicação da população e usuários que usam o hospital é que o mesmo atenda como pronto socorro,de portas abertas para a toda a população que necessita de um pronto atendimento, o que hoje o hospital pode fornecer e atendimento encaminhados pelos postos de saúde da região e também pequenas cirurgias que não sejam tão complexas.

terça-feira, 16 de março de 2010

METRÔ X MONOTRILHO

Metrô ou Monotrilho
 Qual é a solução?

Seminário de Transporte Público em São Paulo Dia 22 de março
(segunda-feira), às 13h.
 Câmara Municipal de São Paulo - Auditório Prestes Maia (1º andar) - Viaduto Jacareí, 100.
Com o aumento da frota de veículos em circulação pelas ruas e a carência histórica de investimentos num sistema de transporte público de massa eficiente e de qualidade, a cidade de São Paulo registra todos os dias recordes de congestionamento.
Diante desta situação cada vez mais crítica, quase até caótica, as lideranças do PT e do PCdoB na Câmara Municipal de São Paulo estarão realizando na próxima segunda-feira, dia 22, seminário sobre Transporte Público na cidade.
O eixo central das discussões é a polêmica envolvendo o sistema de metrô e o do monotrilho como melhor alternativa para solucionar o transporte público na cidade.
Esse debate interessa em particular aos moradores dos bairros de Vila Prudente, São Lucas, Sapopemba, São Mateus e Cidade Tiradentes, pois o governo do Estado e a Prefeitura estão optando pelo monotrilho em seus planos de expansão nessa populosa região.
De acordo com especialistas o monotrilho é um sistema de média capacidade que transporta 18 mil passageiros hora/sentido, enquanto o metrô convencional atende a uma demanda de 50 mil passageiros hora/sentido.
Outra preocupação que estará em debate envolve o impacto do monotrilho por via elevada, que pode supostamente resultar em degradação urbana, enquanto o metrô convencional traz desenvolvimento econômico e social.
PROGRAMAÇÃO
Na primeira parte do seminário, às 13h, coordenada pelo vereador João Antônio, será debatido o sistema de transporte público na cidade de São Paulo.
A mesa estará composta pelo superintendente da ANTP (Associação Nacional dos Transportes Públicos) Marcos Bicalho, pelo deputado estadual José Zico Prado (Comissão de Transportes da Assembléia), pelo deputado federal Carlos Zarattini (ex-secretário Municipal de Transportes) e por representantes da Comissão de Transportes da Câmara e do Sindicato dos Condutores de São Paulo.
Na parte complementar, às 15h, sob coordenação do vereador Jamil Murad serão abordados os sistemas metro x monotrilho.
A mesa será integrada pelo secretário geral da União Internacional de Sindicatos de Trabalhadores em Transportes Wagner Fajardo, pelo deputado Estadual Adriano Diogo, pelo vereador Eliseu Gabriel, por Marcos Kiyoto (Mestrando em Planejamento de Transportes sobre Trilhos da FAU/USP), além de representantes das Secretarias de Transportes Metropolitanos e do Município.

"GOVERNO KAOSSAB" O Descaso do Transporte Público !!!!!


A manhã teve momentos de muita tensão na estrada do M’Boi Mirim, na zona sul da capital.
Pelo segundo dia seguido, manifestantes fecharam a avenida nos dois sentidos em protesto contra as filas gigantescas que se formam todos os dias de manhã.
Desde a semana passada nós temos mostrado a dura situação das pessoas que dependem da estrada pra chegar ao trabalho.
Hoje, a situação chegou ao limite.
O protesto começou pacífico, mas depois um ônibus furou o bloqueio e feriu uma pessoa.
O ônibus foi depredado.
Antes mesmo do protesto, a manhã já estava bem complicada na região.
Estrada do M’Boi Mirim, antes das seis horas da manhã.
O horário de pico começa muito cedo.
Nesta terça-feira, o congestionamento piorou ainda mais.
Cansados de tanto esperar dentro dos ônibus, ou de andar a pé para tentar chegar ao trabalho na hora, os passageiros organizaram um protesto.
A estrada foi fechada no sentido centro.
Atrás, a fila de ônibus, que costuma ser enorme, ficou gigantesca.
Dois quilômetros depois do ponto em que o protesto começou, a polícia organizou um desvio, os motoristas não conseguem seguir no sentido bairro, porque o protesto ocupa todas as pistas.
“Eu tô nesse ônibus há duas horas e vinte minutos”.
A polícia acompanhou tudo bem de perto,tentando liberar a estrada do M’Boi.
Um ônibus deu meia-volta.
A segurança no terminal do Jardim Ângela foi reforçada.
Os policiais negociaram com os manifestantes.
Mas logo depois, um ônibus chega, fura o bloqueio e ainda atropela um manifestante.
Um grupo de jovens parte para a agressão.
O homem atropelado ficou machucado na perna.
“Eu vinha na guia, ele entrou e fez a volta do ônibus.
Quando o menino entrou, ele jogou o ônibus em cima do menino e me pegou na guia”.
Foi a segunda manhã seguida de protestos.
Ontem os passageiros também fecharam o caminho para os ônibus e só a polícia conseguiu liberar a passagem.
Por e-mail, a Andréa Monteiro, da Cidade Ipava, perto da represa de Guarapiranga, contou que estava num ônibus que foi apedrejado no protesto de ontem (15).
Ela diz que todo mundo ficou apavorado.
Ela disse que não aguenta mais ter que sair de casa de madrugada e ainda chegar atrasada ao trabalho.
A queixa é comum: hoje, encontramos mais gente cansada.
“A gente sai de casa quatro horas da manhã,para chegar no Ipiranga às 8 horas, eu não consigo chegar às oito”.
Uma situação terrível.
Olha só o aperto que essas pessoas têm que enfrentar para chegar ao trabalho.
Essa avenida é muito importante para milhões de moradores de boa parte da zona sul da capital e de várias cidades da Grande São Paulo.
Não pode ficar desse jeito.
É preciso ter uma solução.
Uma avenida nova, a duplicação da M’Boi Mirim…
Alguma coisa tem que ser feita logo.
E quem pode resolver o problema dessas pessoas?
A produção do SPTV conversou com o superintendente de planejamento da SPTrans, Celso Lopes.
COMENTÁRIO BLOG COBRA NOTÍCIAS: ESSA É A CARA DO GOVERNO KASSAB O TRANSPORTE UM CAOS SÓ, A SAÚDE A MESMA COISA, FALTA DE PAGAMENTO DAS ONGS QUE PRESTAM SERVIÇO PARA A PREFEITURA, MUITO DINHEIRO PARA A FORMULA INDY, CORTE DE VERBA PARA A LIMPEZA DOS PISCINÕES E OUTRAS TANTAS MAZELAS MAIS.

segunda-feira, 15 de março de 2010

"Kassab" R$ 8 milhões para a Formula Indy e enquanto isso os Trabalhadores de ONGs conveniadas com a Prefeitura não recebem desde Dezembro .


Kassab: R$ 8 milhões para prova de carros; e só R$ 1,2 milhão para piscinões.
A Prefeitura de São Paulo tirou R$ 8 milhões dos cofres, segundo o próprio prefeito, Gilberto Kassab (DEM), para promover a corrida de Fórmula Indy realizada neste domingo.
Esse valor equivale a quase sete vezes o que o Governo Kassab investiu em todo o ano passado para construir piscinões e reservatórios contra enchentes.
Corresponde também a quase três vezes o que a Prefeitura gastou para tirar lixo dos córregos.
E equivale, enfim, ao valor total aplicado ao longo de 2009 na limpeza e na manutenção de córregos e galerias.
Na construção de piscinões e reservatórios, os investimentos do Governo Kassab não passaram de R$ 1,2 milhão; os gastos para limpar córregos ficaram em R$ 3 milhões; e a despesa total com manutenção de córregos e galerias chegou a R$ 8,2 milhões.
As prioridades do Prefeito de São Paulo:
Promoção da Formúla Indy: R$ 8 milhões
Investimentos em piscinões: R$ 1,2 milhões
Limpeza de córregos: R$ 3 milhões
E os Trabalhadores em estado de greve
Os trabalhadores da Assistência Social de ONG´s conveniados à Prefeitura de São Paulo (assistentes sociais, educadores, técnico especializado, orientador sócio educativo, profissional auxiliar, agente de proteção, administrativo, aux. de cozinha, zelador e vigia), em Assembleia Geral, 12/03, na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação a Criança, ao Adolescente e a Família do Estado de São Paulo- SITRAEMFA, (av. Celso Garcia, 4031 – Tatuapé), mantiveram o ESTADO DE GREVE, até o dia 18/03 e no dia 19 paralisação com mobilização em frente a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social – SMADS (rua Libero Badaró, 561/569 – Centro
Desde o dia 02 de março esses trabalhadores estão em estado de greve reivindicando pagamento de férias e salários atrasados desde dezembro.
Sem repasse de verba da Prefeitura de São Paulo as ONG´s conveniadas não fazem os pagamentos.
COMENTÁRIO BLOG COBRA NOTÍCIAS : ESSE É O MODO KASSAB DE GOVERNAR E NÃO SE ESQUEÇAM TUDO ISSO ELE APRENDEU COM O SEU PEDRINHO POLITICO O SENHOR GOVERNADOR JOSÉ SERRA

Meio século de vida !!!!!

Um vídeo que mostra um pouco de um ser humano que sempre esteve à frente de lutas para a defesa do seu próximo.
Esse ser humano eu tenho orgulho de dar um destaque especial nesse humilde blog, pois inúmeras vezes pude comprovar o esforço dele para ajudar os que mais necessitavam.
João Antonio da silva filho vereador pai filho irmão e amigo meus parabéns pelos seus 50 anos de vida que deus lhe abençoe e que você continue sendo essa pessoa fantástica que tem ajudado tanta gente ao seu redor.

"Rádios Comunitárias" Algumas nas mãos de Politicos para Interrese Próprio !!!

Políticos viram despachantes de luxo e apadrinham rádios comunitárias

Legalizadas há 12 anos, as rádios comunitárias são cada vez mais usadas como instrumentos de política eleitoral, num processo que vem sendo chamado de novo coronelismo eletrônico.
Ligadas a entidades que quase sempre têm um político municipalista por trás ? um prefeito ou um vereador ?, as rádios comunitárias são concedidas depois que os políticos federais desempenham o papel de despachantes de luxo no Ministério das Comunicações.
Alegando que precisam agir para vencer a intrincada burocracia de Brasília, senadores e deputados pressionam para agilizar a tramitação do processo de autorização das rádios comunitárias e ganham status de seus padrinhos políticos.
É desse jeito que passam a integrar uma teia de captura de votos. A estimativa é de que cerca de 50% das 3.911 rádios comunitárias, que hoje funcionam legalmente no País, tenham contado com as bênçãos de padrinhos políticos.
"O parlamentar intercede aqui (em Brasília) para atender o cara (prefeito ou vereador) que vota nele lá no município.
Aí, essa rádio fica falando bem dele para o resto da vida", confirma o deputado e ex-ministro das Comunicações (2004- 2005) Eunício Oliveira (PMDB-CE).
"Há centenas de pedidos de políticos, mas a pressão maior ainda é de vereadores e associações.
A rádio comunitária é o local da fofoca municipal.
Para prefeito e vereador, ela é o cão", atesta ele, dono de três rádios comerciais no Ceará.
Os pedidos de concessão de rádios comunitárias não têm cor partidária ? mobilizam de petistas a tucanos, passando pelo DEM, PTB e outros partidos.
Depois da legalização, em 1998, o boom das comunitárias ocorreu no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, quando foram autorizadas em apenas três anos 1.707 emissoras ? 569 a cada ano.
Em pouco mais de sete anos do governo Lula, foram legalizadas 2.204 comunitárias ? mais de 300 ao ano.
Apesar da baixa presença no Congresso, ao longo da semana passada o Estado localizou facilmente dez exemplos de deputados e senadores confirmando que atuaram para ajudar na liberação de rádios comunitárias.
No fim da década de 90, a praxe, segundo parlamentares, era procurar o titular das Comunicações para agilizar o processo. Isso ocorreu nos casos dos deputados José Linhares (PP-CE) e Arnon Bezerra (PTB-CE).
Em 1999 eles se apressaram a procurar o então ministro Pimenta da Veiga (PSDB) para interceder a favor de duas rádios comunitárias, Sal da Terra e Juazeiro, localizadas em seus redutos eleitorais ? Sobral e Juazeiro do Norte.
"Pedi a concessão não só dessa, mas de várias (rádios) em todo o Estado onde temos acesso à votação", conta Linhares.
Gabinete em ação.
Passada a fase inicial da legalização das rádios comunitárias, os deputados e senadores começaram a atuar como despachantes, não necessariamente recorrendo ao ministro de Estado, mas ao departamento responsável pela tramitação dos papéis.
A tática permaneceu igual: o lobby é sempre direcionado aos redutos eleitorais.
"Isso muitas vezes é o gabinete que faz.
É questão de educação", revela o senador Magno Malta (PR-ES), que apadrinhou ao menos três rádios comunitárias nos dois primeiros anos do governo Lula (2003 e 2004).
"Apoiar o pedido de uma associação que pleiteia uma rádio no seu Estado é obrigação nossa", defende o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), autor de projeto de lei que obriga as associações mantenedoras das comunitárias a ter ao menos dois anos de existência para pleitear a concessão.
Ex-presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, a deputada Luiza Erundina (PSB-SP) reclama da legislação ultrapassada que, em sua opinião, facilita a influência política e o proselitismo religioso nas emissoras.
O deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR) compartilha dessa opinião. "Como não tem fiscalização, algumas rádios comunitárias viraram palanque.
Em ano eleitoral isso é pior ainda", diz Fruet.
Muitos políticos federais, mais ligados às "questões nacionais", veem as rádios comerciais como a "cereja do bolo", mas admitem que as comunitárias têm força em pequenas cidades.
"A rádio comunitária é importante, principalmente quando é a única rádio da cidade", diz o deputado e radialista Ratinho Júnior (PSC-PR), dono de um império de emissoras comerciais no Paraná.
Mas a rádio comunitária também pode crescer de importância em período eleitoral nos locais de grande circulação e aglomeração de pessoas, mesmo em cidades grandes.
O deputado e ex-ministro das Comunicações (2003) Miro Teixeira (PDT-RJ) cita como exemplo a rádio do Saara, localizada em um dos maiores centros de comércio popular do Rio.
"Em época de campanha, faz fila na porta da rádio de candidatos querendo dar entrevista", conta Miro.
Mais padrinhos.
Entre os dez parlamentares ouvidos pelo Estado que confirmaram atuação como despachante de comunitárias, está o líder do PSDB na Câmara, João Almeida (BA).
Ele apadrinhou uma rádio em Caravelas, no sul da Bahia, e atuou ainda em favor de mais duas comunitárias.
Osmar Serraglio (PMDB-PR) confirma sua atuação a favor da Associação de Convivência Artística e Cultural de Janiópolis, em um de seus redutos eleitorais.
A petista Serys Slhessarenko (MT) atuou como madrinha política de quatro rádios em Mato Grosso.
Líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (DEM-RN) fala de atuação via gabinete.
Segundo levantamento do Estado, o senador é padrinho político da Associação Comunitária Princesa do Trairi, em São Bento do Trairi.

FONTE:BLOG JULIANA WEIS

domingo, 14 de março de 2010

Ministério Público Municipal cria blog para receber denúncia sobre o Transporte Público na cidade de São Paulo !!!


Este canal foi desenvolvido exclusivamente para auxiliar a coleta informações e reclamações dos usuários do sistema de transporte coletivo de ônibus na Capital de São Paulo (artigos 26, inciso VI, e 27, parágrafo único, inciso I, da Lei n. 8.625, de 12 de fevereiro de 1993 – Lei Orgânica Nacional do Ministério Público; e artigo 8º e seu §1º, do Ato Normativo n. 484-CPJ/MPSP, de 5 de outubro de 2006).
As informações e reclamações coletadas serão muito importantes para a Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da Capital (SP), no Inquérito Civil instaurado para apurar a efetiva atuação dos órgãos e agentes municipais para que o cidadão paulistano tenha um transporte coletivo eficiente, seguro, confortável e pontual.
Comentário Blog Cobra Notícias : O ministério público municipal esta de parabéns por essa excelente ferramenta de denúncia,agora cabe a população fazer as denúncias sobre o descaso que é o transporte na cidade de são paulo .

sexta-feira, 12 de março de 2010

"Parque São Lucas" UBS Vila Heloísa usuário é obrigado a comprar GILLETTE para retirar os pontos !!!



No dia de ontem um cidadão indignado me procurou para fazer uma denúncia a respeito da UBS VILA HELOÍSA que fica no Parque São Lucas, o Senhor Valentim Morro, ele fez uma pequena cirurgia em suas costas e necessitava tirar Dois pontos, então ele se dirigiu até a UBS VILA HELOÍSA que fica ao lado de sua residência e foi informado que para tirar os pontos necessitaria comprar o objeto que propiciaria a retirada dos pontos que era a Gillette.
Ele ficou indignado e disse que não tinha dinheiro para comprar a Gillette, pois esta desempregado, então a atendente da UBS lhe informou que não seria possível tirar os pontos.
Quando ele foi reclamar com a direção da UBS eles disseram que não poderiam fazer nada e que o certo era ele fazer uma reclamação na ouvidoria, o que mais deixou o senhor Valentim indignado é que já cansou de denunciar esse tipo de coisa na ouvidoria e que até agora nada mudou.
Comentário Blog Cobra Notícias: Quando me dirigi até a UBS acima citada e estava tirando uma foto da frente da unidade foi repreendido pela funcionária da UBS dizendo que não poderia tirar foto da unidade e que se persistisse no assunto seria processado por isso.
Mais ai eu pergunto tira foto da unidade do lado de fora é crime?
Denunciar essa falta de respeito é crime?
Tentar ajudar quem necessita é crime?
Então sou obrigado crer que sou um criminoso!!!!

quinta-feira, 11 de março de 2010

"SAPOPEMBA" Avenida Sapopemba um atropelamento a cada 3 dias .


A Avenida Sapopemba, que atravessa bairros da Zona Leste de São Paulo, foi a via com o maior número de atropelamentos em 2009. Levantamento do Corpo de Bombeiros apontou 110 casos no local, uma média de um caso a cada Três dias.
Em toda a cidade, o número de ocorrências caiu: foram 10.105, 623 a menos em comparação com 2008.
Além da Sapopemba, estão entre as vias com maior número de atropelamentos como Avenidas do Estado, Senador Teotônio Vilela, Marechal Tito ea Estrada do M'Boi Mirim. O perfil dessas vias se encaixa nas características consideradas por especialistas propícias para esse tipo de acidente: estreita e com grande fluxo de pessoas, ônibus e carros.
A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) que não obteve os dados Commentaria do Corpo de Bombeiros por desconhece-los. Acrescentou ainda que tem uma meta de Reduzir o número de atropelamentos e que até 2012 como mortes vêm caindo sucessivamente ano a ano.
Os dados gerais dos Bombeiros mostram que uma queda nos casos de atropelamento em toda a cidade foi puxada pelas ocorrências com carros, Cujo total caiu de 8.854 para 8.042.
No caso de ônibus e motocicletas, no entanto, houve mais casos. As motos se envolveram em 1.405 atropelamentos - 132 casos ante mais um de 2008.
O mesmo se repetiu com ônibus: o total passou de 350 para 386.
Com menos atropelamentos, menos pedestres foram vitimados No ano passado.
Em 2009, sofreram ferimentos leves 7.691 pessoas.
Outras 193 morreram. Em 2008, houve 8.604 feridos e 263 mortos.
No entanto, o número de mortos pode ser maior, uma vez que o balanço dos bombeiros não inclui as Vítimas que morrem a caminho do socorro ou no hospital.
Esse dado é apurado pela CET.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Comentário Blog do Cobra Notícias: : Isso que vem acontecendo hoje na avenida sapopemba é reflexo de não haver uma política de transporte público para os grandes centros urbanos que hoje são as periferias.
Por onde anda na avenida sapopemba se vê irregularidades como: carros parados em filas duplas, má sinalização viária, marcação de estacionamentos, falta de faixas de pedestres, falta de semáforos, isso sem falar que quando uma via é recapeada ela chega a ficar mais de Um ano sem a sua sinalização viária.
A meu ver é uma total falência da CET diga-se (COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO) se o órgão citado fizesse o básico que é uma sinalização esses números seriam reduzidos de uma forma considerável os.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Casos de dengue dobram em São Paulo,E aqui em Sapopemba a Prefeitura esta contribuindo com isso !!!

Isis Brum, isis.brum@grupoestado.com.br
Levantamento da Secretaria Municipal de Saúde aponta que o número de paulistanos infectados pela dengue dobrou em 13 dias, passando de 34, no balanço divulgado em 24 de fevereiro, para 67.
Os dados foram atualizados anteontem.
O Sacomã, na zona sul, lidera o ranking com nove pessoas doentes, seguido de Ermelino Matarazzo, na zona leste, com seis, e Vila Medeiros, na zona norte, com quatro.
Entre os 96 bairros da capital paulista monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), 33 deles (34%) já registram pelo menos um caso de dengue.
Os dados de março serão computados no próximo mês.
Os números deste ano já representam 20% do total de registros do ano passado.
Em 2009, 322 pessoas foram contaminadas pela dengue.
O índice aumenta ainda mais quando há comparação entre períodos iguais.
Os casos de dengue registrados em janeiro e fevereiro deste ano cresceram 158% em relação ao mesmo período de 2009.
São 67 pessoas infectadas neste primeiro bimestre contra 26 do ano passado.
Uma das dificuldades enfrentadas pela Prefeitura no combate à dengue é a resistência dos moradores de bairros nobres da cidade, como Morumbi, na zona sul, e Alto da Lapa, zona oeste (ambos ainda não registraram casos neste ano), em permitir a entrada dos agentes vistores em suas residências.
Ao menos metade dos imóveis visitados nas áreas nobres proíbem a entrada dos servidores por temerem assaltos.
Para vencer essa barreira e melhorar o trabalho realizado na capital, a Secretaria de Saúde decidiu regionalizar o trabalho desses agentes no fim do ano passado.
Ou seja, um grupo de servidores será responsável pela fiscalização de uma determinada região durante todo o ano.
Segundo a pasta, o objetivo é criar um vínculo de confiança entre o agente e a comunidade.
A medida também irá facilitar a inspeção e o combate aos criadouros do mosquito, já que o servidor irá acompanhar a sua área durante os 12 meses do ano.
Baixada e Interior
Nas cidades de São Vicente, Guarujá, Santos, Praia Grande e Cubatão, na Baixada Santista, o número de casos de dengue atingiu a marca de 1.202 este ano.
O número de pessoas infectadas no litoral subiu 52% em apenas uma semana. Cubatão foi a cidade com maior aumento: 89%, passando de 37 para 70.
No interior paulista, Ribeirão Preto volta ao centro das preocupações dos órgãos sanitários.
Na semana passada, a cidade já havia confirmado 2.314 casos.
Porém, há um grande risco de epidemia, pois existem pouco mais de 3 mil suspeitas sendo averiguadas.
Em Araçatuba, foram registrados 2.500 casos de dengue.
Cirurgias foram canceladas por falta de doadores de sangue provocada pela incidência da doença .
Comentário Cobra Notícias : AQUI EM SAPOPEMBA A SUBPREFEITURA DE VILA PRUDENTE/SAPOPEMBA TEM CONTRIBUIDO BASTANTE COM ISSO POIS UMA CRECHE QUE ESTA EM TOTAL ABANDONO A QUASE 4 ANOS É UM VERDADEIRO BERÇARIO DE LARVAS DO MOSQUITO DA DENGUE,É POR ISSO QUE EU DIGO : SAPOPEMBA FAZENDO SUA PARTE,NEM MESMO QUE ESSA PARTE SEJA NEGATIVA !!!!